Em Breve!

Em mais duas localidades em Santo Antônio da Patrulha as estradas estão em condições precárias e sem condições de trafegabilidade.

Nesta segunda-feira, 11 de outubro, na 37ª Sessão da Câmara, o vereador João Luis Moreira da Silva-Bacana (SD) encaminhou um requerimento nº 606/18 questionando o por que as estradas das localidades de Sertão do Cantagalo e Furnas estão em situação precária. Ambas, em quase dois anos da atual administração, receberam poucas melhorias, sendo que foram realizadas reuniões dos moradores com o Prefeito, e foram feitos vários pedidos de providências pelos vereadores, e mesmo assim estas duas estradas são as piores do município.

“São vias utilizadas por onde  passam veículos de transporte escolar e caminhões do nosso município, mas que estão cobertas buracos. É lamentável e muito perigoso porque a gente acaba tendo que se arriscar”, destacou Bacana.

A entrada do prédio da Câmara Municipal de Santo Antônio da Patrulha recebeu uma decoração especial em alusão ao Outubro Rosa, movimento de conscientização a prevenção e diagnóstico do câncer de mama.

Há uma necessidade que a sociedade se una aos governos federal, estadual e, sobretudo, municipal para se combater um dos maiores males das últimas décadas, o câncer, principalmente o câncer de mama, que vem vitimando mulheres brasileiras.

O tema é delicado, mas precisa deixar de ser tabu para ganhar a atenção de pais, amigos e familiares. Cientes da importância da iniciativa, todos os anos o Legislativo patrulhense adere a Campanha.

Para o Brasil, estimam-se 59.700 casos novos de câncer de mama, para cada ano do biênio 2018-2019, com um risco estimado de 56,33 casos a cada 100 mil mulheres, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca).

De acordo com a Sociedade Brasileira de Mastologia, o diagnóstico precoce aumenta 95% as chances de cura.

O nome da campanha remete à cor do laço que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades: o rosa. Durante o período, monumentos por todo o país se iluminam com essa mesma cor. 

O movimento conhecido como Outubro Rosa nasceu nos Estados Unidos, na década de 1990, para estimular a participação da população no controle do câncer de mama. A data é celebrada anualmente com o objetivo de promover a conscientização sobre a doença e compartilhar informações sobre o câncer de mama.

estimativa é que, em média, sejam descartados 6,7 quilos de lixo eletrônico para cada habitante do nosso planeta. No Brasil, o problema não é menor. Sétimo maior produtor do mundo, com 1,5 mil toneladas por ano, estima-se que em 2018 cada um de nós jogará fora pelo menos 8,3 quilos de eletrônicos.

Não existe segredo. Até a metade da década de 1990, 90% do lixo eletrônico era alocado em aterros sanitários, incinerado ou reutilizado sem tratamento, expondo as pessoas aos perigosos produtos químicos.

Couro sintético é feito a partir do PVC, que é derivado do petróleo e, ao contrário do couro natural, não se degrada com o tempo, persiste como o plástico. Ele pode apresentar-se de diversas maneiras ou cores e, inclusive, com a textura semelhante com a do couro natural. No Brasil a quantidade produzida é grande e este é um grande problema ambiental e para as empresas. Segundo um estudo do Senai-RS, por dia, são produzidas 300 toneladas, em média, de retalhos de couro no país.

Preocupado com o crescimento e prejuízos causados pela disposição e descarte inadequado, o vereador usando a tribuna na 37ª Reunião Ordinária da Câmara de Vereadores, desta segunda-feira (15), encaminhou ao executivo um Requerimento nº 605/18, para saber, onde é feito o descarte de retalhos de couro, lixo proveniente de fábricas e atelier de calçados de nosso município, e que destino esta sendo dado ao lixo eletrônico de nossa cidade.

Além disso, Samuel quer saber se existem convênios estabelecidos atualmente para autuação quanto ao recolhimento e destinação, se existe custo para o município relacionado à destinação do material recolhido, se existe qual o contrato e valor pago mensalmente, e como é feita a divulgação deste trabalho.

 “O lixo eletrônico é um desafio para um mundo inteiro e a indústria de eletroeletrônicos é uma das que mais cresce atualmente. Segundo dados da ONU, em 2020 o lixo eletrônico de computadores crescerá em 400% ante o nível de 2007", finaliza Samuel.

A vereadora Eronita Andrade (SD), apresentou requerimento em plenário solicitando que seja enviado ao Poder Executivo para que seja implantado um redutor de velocidade com tachões na Rua Dinarte Cardoso, Vila Palmeira. A medida, segundo a parlamentar, foi solicitada por moradores da região, preocupados com o alto fluxo de veículos diário.

Tal solicitação visa preservar a segurança de pedestres que utilizam o acostamento e via mencionada acima. Muitos motoristas estão alternando a sua rota de viagem e o fluxo de veículos aumentou em nossa cidade, e sem nenhum redutor de velocidade, propicia muitos motoristas a alta velocidade, o que poderá ocasionar diversos acidentes a terceiros e a moradores próximos a esta localidade.